Jardim da Procuradoria Geral da República — Palácio Palmela

Um jardim-terraço no centro de Lisboa

Aberto no(s) dia(s):

22/23 29/30

10:00 — 18:00

Rua da Escola Politécnica 140

* Visita livre sujeita a limite de lotação

Uma oportunidade única para visitar um jardim com imponentes lódãos, tílias e magnólias.

Adjacente ao Palácio Palmela, adquirido pelo Estado Português para a Procuradoria-Geral da República, em 1977, é onde podemos encontrar este jardim-terraço, virado para o Largo do Rato e para a Rua da Escola Politécnica.

O edifício, construído entre 1792-1794 por Manuel Caetano de Sousa, arquiteto de D. Maria I, para sua residência pessoal, foi transformado em Palácio pelo 1.º Conde da Póvoa. Mais tarde, o Palácio do Rato passa a pertencer à Casa Palmela por casamento da filha do Conde da Póvoa com o Duque de Palmela, D. Domingos de Sousa Holstein e passou a ser conhecido por Palácio Palmela até aos dias de hoje.


Atividades relacionadas

22 29

10:00

Visitas Guiadas

O Jardim da Procuradoria Geral da República – Palácio Palmela

Adjacente ao Palácio Palmela, adquirido pelo Estado Português para a Procuradoria-Geral da República, em 1977, é onde podemos encontrar este jardim-terraço, virado para o Largo do Rato e para a Rua da Escola Politécnica. Uma visita guiada para descobrir mais sobre a história do edifício, a sua atividade dos dias de hoje e, sem dúvida, uma oportunidade única para visitar as suas imponentes árvores.

Orientada por: Sandra Belo

Seguindo as normas e orientações da DGS, esta atividade tem a lotação de 10 pessoas. O acesso é feito por ordem de chegada e é obrigatório o uso de máscara.

22 29

14:00

Visitas Guiadas

O Jardim da Procuradoria Geral da República – Palácio Palmela

Adjacente ao Palácio Palmela, adquirido pelo Estado Português para a Procuradoria-Geral da República, em 1977, é onde podemos encontrar este jardim-terraço, virado para o Largo do Rato e para a Rua da Escola Politécnica. Uma visita guiada para descobrir mais sobre a história do edifício, a sua atividade dos dias de hoje e, sem dúvida, uma oportunidade única para visitar as suas imponentes árvores.

Orientada por: Sandra Belo

Seguindo as normas e orientações da DGS, esta atividade tem a lotação de 10 pessoas. O acesso é feito por ordem de chegada e é obrigatório o uso de máscara.