#piqueniquenoverao

Tempo de piquenicar sob as sombras frescas das copas.

Exposições

No arco do céu — o sol suspenso — e sob as suas marés de luz e calor de verão, estendem-se as toalhas de sombra fresca, réplicas salpicadas dos contornos das árvores. Ao rumor das folhas na brisa quente junta-se o burburinho das conversas e as gargalhadas desenhadas como andorinhas, rasgando o ar nas acrobacias do momento. Acrescente-se à nossa casa a maior divisão possível e nela saibamos usufruir do mundo — é tempo de piqueniques.

Em tempo de pandemia, em que está limitada a permanência de grupos de pessoas em espaços fechados, os piqueniques são uma ótima forma de encontrar os amigos e a família para comer, beber, brincar com as crianças, jogar às cartas, com raquetes, lançar discos ou simplesmente ler um livro.

Não esquecer: convidar os afetos, levar uma manta, petiscos, refrescos, jogos, chapéu e protetor solar!

É possível fazer piqueniques nos seguintes jardins da nossa programação:

  • Parque Eduardo VII (Estufa Fria da Fria)
  • Jardim do Príncipe Real
  • Jardim da Estrela — Jardim Guerra Junqueiro
  • Quinta Pedagógica dos Olivais